segunda-feira, 9 de junho de 2014

Cachorro pode comer arroz?

Cachorro pode comer arroz? Muita gente que opta por alimentar seu cachorro com uma dieta natural, baseada em ingredientes frescos tem essa dúvida. Será que existe algum tipo de restrição para o consumo de arroz na alimentação dos cachorros?


Cachorro pode comer arroz?
Cachorro pode comer arroz?

Vamos pensar um pouco sobre isso. Para nós, o arroz é um alimento seguro, certo? Na verdade, oferecer arroz para alguém pode ser até muito benéfico em algumas condições de saúde, como quando eles estão com algum tipo de indisposição de origem gastrointestinal.

Também não é muto comum, observar que pessoas que cozinham para seus cães em casa, geralmente utilizam o arroz em suas receitas? E nos alimentos industrializados para cães, eles também não incluem arroz (ou farinha de arroz) em sua fórmula?

Sendo o arroz um alimento de custo baixo e de preparo muito fácil, é tentador oferecer arroz para seu cachorro, mas é importante lembrar que comidas para cachorros não podem conter temperos e necessitam ser preparadas especialmente para eles. Cães não podem comer cebola, e também não devem comer muito sal, que são temperos muitas vezes utilizados no preparo do arroz.

Quais benefícios o arroz pode oferecer para dieta do meu cachorro?


Você sabia que existem mais de quarenta mil variedades de arroz que são cultivados em todo o mundo? O arroz mais comum utilizado pelos brasileiros é o arroz branco e em segundo lugar está o arroz integral. A maior diferença do arroz branco para o arroz integral é que o segundo não é muito processado e conserva pelo menos parte da casca, e por isso seu valor nutricional é mais elevado. Já no caso do arroz branco este revestimento do arroz é removido no processo de refinamento e desta maneira o valor nutricional do arroz branco é menor.

Todos os tipos de cereais são boas fontes de carboidratos complexos (polissacarídeos), várias vitaminas e minerais e têm naturalmente pouca gordura. Mas os que não foram refinados (chamados integrais) são ainda melhores. Os cereais integrais são as melhores fontes de fibra e outros nutrientes importantes, tais como selênio, potássio e magnésio. Os cereais refinados, como o arroz branco e a farinha de trigo, tem o farelo e o gérmen (parte mais nobre do grão) retirados dos grãos. Só como curiosidade, pois não é o tópico que estamos abordando neste artigo, o gérmen de trigo, contém ácidos graxos essenciais para o bom funcionamento do organismo dos cães, como o acido linoleico e o ômega 3. Embora costume-se acrescentar vitaminas e minerais nestas farinhas após o processo de moagem, ambos não conseguem fornecer a mesma qualidade nutritiva que os cereais integrais e também não fornecem uma quantidade ideal de fibra.

Portanto o arroz é um cereal muito popular e acabamos de ver aqui que ele pode ser benéfico para a alimentação de seu cão. O comprimento do grão é um detalhe interessante que pode também definir a qualidade de nutrientes deste arroz. A culinária indiana e a culinária chinesa especializaram-se no cultivo e preparo do arroz de grão longo, enquanto na maioria dos países ocidentais a preferência é a do cultivo e a do consumo do arroz de grãos de tamanho curto ou médio.

Ao contrário do que a grande maioria das pessoas acredita, o arroz pode ser considerado nutritivo para dieta canina, contanto que façamos a escolha correta do tipo de arroz que vamos utilizar na alimentação de nossos animais. Como o arroz é rico em carboidratos, ele age como um combustível para o corpo e auxilia no bom funcionamento do cérebro. Comer arroz é extremamente benéfico para a saúde, não somente pelo o motivo de não conter gorduras prejudiciais, como o colesterol ou o sódio.

O consumo do arroz como parte integrante da dieta de um animal, promove equilíbrio, afinal o arroz é uma excelente fonte de vitaminas e minerais como niacina, vitamina D, cálcio, fibras, ferro, riboflavina e tiamina. O arroz também é rico em amido resistente, que chega no intestino em forma não digerida. Isso propicia o desenvolvimento de bactérias que são úteis para os movimentos intestinais naturais.

Como o arroz é um alimento pobre em sódio, faz com que ele seja interessante para animais que sofrem de hipertensão arterial. Já o arroz de grãos integrais é rico em fibras insolúveis, que pode, eventualmente, proteger seu pet contra diversos tipos de câncer. Muitos cientistas acreditam que estas fibras insolúveis são vitais para proteger o corpo contra as células cancerosas. A parte de casca de arroz também é considerada um medicamento eficaz para o tratamento de disenteria. As cascas do arroz também possuem propriedades diuréticas. Os chineses acreditam que o arroz aumenta consideravelmente o apetite, curando doenças estomacais e problemas digestivos.

Cachorro pode comer arroz?  Propriedades medicinais do Arroz


Cachorro pode comer arroz?
Cachorro pode comer arroz?

Você sabia que o arroz possui propriedades medicinais que vem sendo pesquisadas em todo o mundo?Existem pesquisas que afirmam que o arroz em pó pode ser utilizado para tratar algumas doenças dermatológicas.

Na Índia, a medicina ayurvédica prescreve água de arroz como um unguento que tem eficácia para reduzir a inflamação cutânea. O arroz integral também concentra altos níveis de nutrientes para ativar os neurotransmissores que atuam no organismo dos animais podendo prevenir a doença da Síndrome de Disfunção Cognitiva em Cães de forma considerável.

E também como curiosidade, podemos citar que o óleo de farelo de arroz é famoso por possuir propriedades antioxidantes, que atua no corpo ativando a força cardiovascular, reduzindo os níveis de colesterol no organismo.

Cachorro pode comer arroz? Considerações finais


Apesar de termos observado que existem incontáveis benefícios, em oferecer arroz para seu pet, você não deve tornar o arroz o ingrediente principal de uma dieta para seu mascote. O arroz pode ser oferecido como uma pequena parte, um complemento da alimentação do cachorro e deve ser menor que a porção de vegetais que já é naturalmente 1/3 da porção de carnes e proteínas de cada refeição. Também como vimos aqui, é preferível oferecer o arroz integral e também é importante que esteja sempre bem cozido.

Existem proprietários que oferecem arroz branco para seus cachorros quando estão com problemas de intestino solto, o arroz promove um efeito positivo para cães com problemas intestinais, pois a fibra insolúvel do arroz atua como uma esponja, que chega ao intestino rapidamente.

O arroz integral e cereais integrais são ótimos para a saúde dos animais, são considerados ricos em fibras insolúveis. Mas, é importante que você ofereça ao seu pet bastante água para evitar a possibilidade de constipação, quando consumido juntamente com outros alimentos fibrosos.

Para cães indispostos ou doentinhos, oferecer um pouquinho de arroz cozido com carne moída ou tirinhas de frango desossado pode ser opção de alimento que abra o apetite, além de fazer muito bem para cães com problemas gástricos.

Se você quiser alimentar seu cachorro com carne moída e arroz, não esqueça da importância de complementar o cardápio com legumes e também da importância das cores verdes escuras e dos alimentos crucíferos na dieta dos animais. Aqui no blog, você tira suas dúvidas sobre os alimentos que podem e que não podem se utilizados na dieta de seu cachorro. E também aprende receitas elaboradas especialmente para seu cachorro.

Não esqueça que como aprendemos aqui o arroz tem um papel fundamental para o bom funcionamento do corpo de seu cão, mas é importante que seja  oferecido para ele sempre em pequenas quantidades. Então, só para concluir e responder a mais esta questão, a resposta é sim,cachorro pode comer arroz, contanto que esteja em pequena quantidade, bem cozido, sem temperos e com pouco sal. O arroz é um alimento que faz bem para os cães se for oferecido moderadamente e de preferência na versão integral.




Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.

Saiba mais sobre nutrição canina

Saiba + sobre Cachorros