segunda-feira, 9 de junho de 2014

Cachorro pode comer pão?

Cachorro pode comer pão? Muita gente me pergunta se pode oferecer pão aos seu cachorros, e de fato, os pães costumam ser um alimento muito apreciado pelo paladar canino. Quem tem cães, sabe muito bem o efeito de um pão quentinho chegando à sua mesa. Muitas vezes, apenas o barulho do saco de pão na cozinha já é um convite para os ouvidos bem treinados de seu peludão. Muitos donos de cachorros já tiveram a experiência de ter sua deliciosa cesta de pães frescos roubados por um cachorro.


Cachorro pode comer pão?
Cachorro pode comer pão?

A dieta de um cão deve ser formada por alimentos diversificados que incluem também cereais e fibras, mas principalmente as proteínas de origem animal. No entanto, é preciso entender que comer um pedaço de pão de vez em quando não é algo que irá prejudicar seu cachorro, afinal o pão é composto de cereais. Agora, se você está pensando em oferecer pão em substituição a alguma refeição, ou, pensando em oferecer pão com carne, isso pode ser um erro. O pão francês tradicional ou o pão de forma comum não oferecem ao cachorro nenhum grande benefício nutricional, muito pelo contrário. O pão comum é apenas um alimento rico em carboidratos. No caso do pão branco, são carboidratos simples e no caso do pão integral, carboidratos complexos. O pão, como outros alimentos que contêm carboidratos é muito eficiente para fornecer energia ao organismo, mas quando consumidos em exagero eles acabam se transformando em gordura. Por isso, nunca ofereça pão em grande quantidade ao seu cachorro. É claro, que como no caso de todos os cereais, você pode sempre que possível, optar pelas versões integrais, pois desta forma estará propiciando uma digestão mais lenta e também oferecendo um número maior de nutrientes, como vitaminas e fibras.

Cachorro pode comer pão? Será que é seguro oferecer pão ao meu cachorro?


É importante questionar-se sempre sobre o que seu cachorro pode comer, e o que seu cachorro não pode comer, pois o fato de um alimento não ser prejudicial para você, não significa que este alimento seja seguro para seu animal de estimação. O motivo pelo qual se deu o início a comercialização de uma ração industrializada para cães, foi exatamente por eles não poderem comer a mesma comida que o ser humano. Comida para cachorro precisa ser concebida especialmente para cachorros, não pode conter muito sal, não pode ter quantidade excessiva de carboidratos e precisa conter vegetais em uma pequena quantidade em relação ás proteínas. Resumidamente, os cães precisam receber uma alimentação baseada em proteína de origem animal, e algumas outras fontes de nutrientes para complementar e equilibrar sua dieta.

No entanto, não é correto afirmar que cães não podem comer pão, afinal, o pão é um alimento tão antigo quanto a própria civilização humana e os cães comem pães oferecidos por seus donos há muito tempo. Mas esse é um alimento que faz mal para os cachorros? Apesar de ser importante controlar o consumo de carboidratos e dos cães não poderem consumir muito sal, em linhas gerais é seguro afirmar que não, pão não faz mal para cachorro.

Claro que no tempo de nossos antepassados não havia todo embasamento científico que existe hoje e eles não sabiam que o pão não deve ser dado de forma exagerada para os cachorros. Mas também não havia produtos feitos especialmente para cães e eles sobreviviam muito bem, comendo seu pãozinho de vez em quando. Além disso, assim como nos dias de hoje, ninguém alimentava seus cães somente com pão. As pessoas não se alimentavam exclusivamente de pão, e nem faziam dos pães a dieta básica de seus animais de estimação.

Outro ponto que vale a pena comentar é que nem sempre é possível ficar de olho em nosso cachorro em tempo integral, e quem tem cães que podem ter acesso a cozinha, sabe que é comum acontecerem acidentes. Se o seu cachorro acabar comendo um saco ou uma cesta cheia de pães, não fique alarmado, afinal o pão não contém nenhum ingrediente que possa ser considerado tóxico para os cães. O máximo que pode acontecer é uma dor de barriga. Em casos com esse, considere suspender a refeição seguinte e prossiga com as próximas alimentações de acordo com o habitual.

Mas então, cachorro pode comer pão?


A resposta é, definitivamente sim, cachorro pode comer pão, desde que em pequenas quantidades e desde que esse alimento não seja utilizado regularmente como principal fonte de nutrientes na dieta canina. Nenhum ingrediente utilizado no preparo do pão pode ser considerado perigoso para os cachorros. A razão pela qual o pão não é algo que seu cão deva comer em quantidade, é apenas o baixo valor nutritivo.

O pão pode ser oferecido ao seu cachorro como um petisco, ou seja, não vai fazer mal se for oferecido em pequenas quantidades, e de vez em quando. O pior efeito que um pão pode causar ao seu cachorro, é que ele pode acabar engordando. Mas, conforme comentado mais acima, o pão não é indicado para o consumo regular e nunca deve fazer parte da alimentação diária do seu cão. Além disso, o consumo excessivo de pães tira o apetite, e impede que ele receba uma alimentação adequada, que contenha os nutrientes que ele necessita regularmente. Esse sim, pode se tornar um problema mais sério. E é claro, que se você for proprietário de um cão que é intolerante a glúten, ele não pode comer pão. Acontece!

Mas se é permitido oferecer pão para os cães, por que é que muitas pessoas dizem que pão é considerado ruim para eles?


Já comentamos sobre essa questão anteriormente. As pessoas que são contra o consumo de pão pelos cães, entendem que a dieta canina precisa ser constituída rigorosamente de produtos apropriados para o consumo canino, e sendo o pão um alimento excepcionalmente rico em carboidratos muita gente acredita que não há necessidade de introduzir o pão na dieta de seu pet. Mas a verdade é que o pão não é perigoso para o seu cão, mas o consumo regular e em exagero, pode fazer com que seu cão ganhe peso. No entanto, pode ser consumido moderadamente.

Em geral os cães são naturalmente ativos, vivem correndo e brincando por aí, o que é uma ótima maneira de mantê-lo em forma. Se o seu cachorro leva uma vida normal e ativa, não há maiores riscos em utilizar o pão como petisco, afinal, um pedacinho de pão ocasionalmente, pode ser até mais saudável do que muitos petiscos industrializados encontrados em pet shops. Por exemplo, aqueles courinhos vendidos em lojas, que vêm em formato de ossos, nós e bolachinhas, são prejudiciais para saúde dos cães por serem submetidos a um processo de branqueamento através de produtos químicos e alvejantes. Outros petiscos e biscoitos para cães, que são facilmente encontrados nas lojas, contém leite em pó, farinha e produtos químicos como conservantes, que também não são ingredientes adequados para a fabricação de um produto para cães. Se você prestar atenção nestes detalhes, o pão acaba sendo uma alternativa mais saudável em relação a produtos desse tipo. No entanto, se o seu cão é um animal sedentário e com sobrepeso, evite oferecer pão para ele, pão engorda! Em casos assim, há outras alternativas mais saudáveis de petiscos que você pode oferecer ocasionalmente.

Há algum benefício para os cães que comem pão?


Cachorro pode comer pão?
Cachorro pode comer pão?

Se você oferecer o pão ocasionalmente, em pequenas porções, pode ser até um bom complemento para a dieta do seu cão. O trigo é fonte de fibra, principalmente se for um pão integral. Contido em muitas ração comerciais, o trigo é um alimento que normalmente já faz parte da alimentação dos cães. Se o seu cão está enjoado, ou sem vontade de comer, você pode oferecer um pedacinho de pão para tentar abrir o apetite. Cães normalmente adoram pão, portanto esse alimento também serve como um "termômetro" para saber se o cachorro não está se sentindo bem. Normalmente, quando um cachorro não quer comer e também recusa um pedacinho de pão, é um indictivo que está na hora de levá-lo ao veterinário, pois ele pode estar doente.

Posso oferecer qualquer tipo de pão para meu cachorro?


O pão não deixa de ser uma boa fonte de fibra para a dieta de seu cão. No entanto, não são todos os tipos de pão que podem ser oferecidos ao seu cachorro. Evite pães folhados como o croissant, que contém muita gordura e pode fazer mal. Nunca ofereça pães recheados, especialmente aqueles com linguiça, peperoni, queijos ou temperos fortes, como alho, cebola, etc. Além de serem pães muito salgados, podem conter elementos que você deve evitar na alimentação de seu cão. Evite também oferecer pão de batata e pão de leite pois muitos cães são intolerantes à lactose, e a batata é outro alimento que contém muito carboidrato. Mas nem todos os tipos de pães podem ser desconsiderados como uma fonte benéfica de nutrientes. O pão de aveia, por exemplo, pode ser uma opção muito interessante para seu cão. Pães caseiros, preparados com farinha integral e aveia em flocos, ou mesmo farinha de aveia podem fortalecer o sistema imunológico, se forem oferecidos regularmente ao seu mascote. Na verdade, esta é uma ótima alternativa para os cachorros que adoram pão, uma vez que podem ser preparados exclusivamente para eles, esta receita não contém elementos ruins em excesso, como o sal ou o açúcar que costumam ser encontrados na maioria dos pães. Se você deseja preparar em casa um pão especial para seu peludo, experimente preparar além do pão de aveia, um pão com abóbora, que é uma ótima fonte de fibras.


Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.

Saiba + sobre Nutrição canina

Saiba + sobre Cachorros