sexta-feira, 13 de junho de 2014

Cachorro pode comer pipoca?

Cachorro pode comer pipoca? Por incrível que possa parecer, as perguntas sobre o consumo de pipocas por cachorros são muito frequentes. Muita gente não imagina que alguns alimentos que nós consumimos podem ser oferecidos aos cães. Mas isso realmente acontece, as vezes pensamos que um alimento é seguro e pode não ser, e as vezes acontece exatamente o oposto. Mas e em relação à pipoca?


Cachorro pode comer pipoca?
Cachorro pode comer pipoca?

É realmente impressionante a frequência com que essa questão é levantada. Se você já parou para pensar se a pipoca é um alimento seguro para o seu cachorro durante aquele filme na televisão, enquanto o seu peludo faz aquela cara de fome, esse é o artigo que vai eliminar a sua dúvida de uma vez por todas.

A pipoca é um grão de milho cozido, que contém cerca de 3,5 kcal por grama. Portanto, a primeira questão que deve ser ponderada é que oferecer pipoca em quantidades grandes pode adicionar calorias à alimentação do seu cachorro. Outra questão que não podemos deixar de comentar, é que se você está lá no seu sofá, assistindo um filme e deixa o seu cão degustar aqueles irresistíveis grãos de pipoca, você está criando um hábito ruim, acostumando o seu cão com um comportamento que não é positivo para a educação dele.

Com isso tudo em mente, vamos então responder a nossa pergunta inicial, e depois comentar um pouco sobre a questão da pipoca para cães. A resposta curta para essa pergunta é sim, cachorro pode comer pipoca, mas há algumas restrições muito importantes que não podem passar despercebidas.

Em primeiro lugar, a pipoca que estouramos na panela, em geral com óleo vegetal ou manteiga, não é boa para os cães. O mais indicado é não oferecer esse tipo de pipoca, e permitir apenas se forem pipocas estouradas à ar, aquelas feitas na pipoqueira elétrica ou no microondas. Outra questão importante é que a pipoca deve ser oferecida pura. Ou seja, pipoca doce faz malpipoca com manteiga faz mal, pipoca com sal faz mal e pipoca com qualquer sabor faz mal. Portanto, as chances daquela pipoca da hora do filme fazer mal para o seu cachorro são grandes, pois provavelmente ela contém sal, manteiga, açúcar ou outros agentes de sabor que podem ser prejudiciais ao cachorro. Outro ponto importante a se considerar é em relação a quantidade. Nenhum cachorro deve consumir mais do que o equivalente a uma xícara de pipoca, mesmo que seja um cão grande. No caso de cães menores, o consumo deve ser ainda menor. Na verdade, como sempre comentamos aqui no blog, é importante evitar sair da dieta regular do seu cão, e tudo aquilo que for considerado um petisco, ou uma refeição fora-de-hora, deve ser limitado a uma porção mínima, e sempre que possível, pouco calórica.

Para reiterar, cachorro pode comer pipoca em pequenas quantidades, desde que seja pura, sem açúcar, sem sal, sem manteiga e sem nenhum sabor.

Benefícios da pipoca para cães


Cachorro pode comer pipoca?
Cachorro pode comer pipoca?

Pode até soar estranho, mas a verdade é que a pipoca tem um valor nutricional surpreendente. Para que possamos ter uma ideia do valor nutricional da pipoca, cada porção de aproximadamente 100 gramas, fornece 2,7 miligramas de ferro e, cerca de 300 miligramas de fósforo (claro que você não vai oferecer 100 gr de pipoca ao seu cão, isso é só para efeitos comparativos). Além de ser um alimento considerado de baixa calorias (desde que consumido com moderação), a pipoca contém cálcio e é rica em carboidratos complexos.

A pipoca também pode ser utilizada nas sessões de treinamento pois são muito menos calóricas do que petiscos industrializados, além de serem mais naturais do que a maioria dos tira-gostos utilizados para o adestramento canino.

Cuidados importantes ao oferecer pipoca aos cães

  • Tenha muito cuidado e utilize de bom senso ao oferecer pipoca a cães de menor porte. Na verdade a pipoca é um alimento contra-indicado para cães muito pequenos, como os cães das raças Chihuahua e Yorkshire, pois existe o risco de engasgo.
  • Nunca permita que o seu cão busque a pipoca direto do prato ou da tigela. Os grãos de milho que não estouraram podem ser prejudiciais aos dentes e até causar uma dor de estômago.




Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.