quarta-feira, 18 de junho de 2014

Cachorro pode comer repolho?

Cachorro pode comer repolho? Já mencionamos aqui no blog inúmeras vezes que os cachorros podem comer quase tudo que nós comemos, mas sabemos que há alimentos que podem de fato fazer mal aos cães. O repolho é um alimento saudável, com propriedades antioxidantes e elementos que colaboram com o sistema digestivo. Mas será que isso também vale para os cães?


Cachorro pode comer repolho?
Cachorro pode comer repolho?

Rico em sais minerais como cálcio, ferro e enxofre, o repolho é um alimento importante para a boa formação dos ossos, dentes e também para a pele. Além disso, contém vitaminas, como a vitamina A, vitamina K e vitaminas do complexo B e ácido fólico. Se consumido cru, o repolho apresenta ainda uma boa quantidade de vitamina C. Também estão presentes no repolho quantidades significativas de glutamina e polifenóis, substâncias que contribuem  para que esse alimento tenha propriedades anti-inflamatórias. Graças a presença de bioflavonoides, o repolho apresenta ainda propriedades antioxidantes, anticancerígenas e protetoras das células, evitando os danos causados pelos radicais livres. Mas será que os cães também podem aproveitar todos esses benefícios na mesma intensidade que o ser humano?

Cachorro pode comer repolho?


Sempre que falamos aqui sobre os vegetais, procuramos explicar que os cães são animais essencialmente carnívoros. Isso quer dizer que, no caso dos animais que recebem uma alimentação natural, baseada em ingredientes frescos, qualquer vegetal acrescentado à dieta deve representar uma pequena parte da refeição, e isso inclui todos os vegetais, sejam eles cereais, legumes ou verduras. O motivo para isso é que o sistema digestivo dos cães está melhor adaptado para absorver as gorduras e as proteínas de origem animal. É por isso que os cães não podem receber uma dieta vegetariana, a fonte de proteínas animal é de fato a mais indicada para os cães, e não deve ser substituída. Todavia, os vegetais complementam de forma saudável essa dieta, e até mesmo os cães selvagens utilizam elementos vegetais em suas dietas.

Cachorro pode comer repolho?
Cachorro pode comer repolho?

Nunca é demais repetir que, conforme sempre explico aqui no blog, a alimentação natural para cães não é uma dieta a base de restos de comida. Quem opta em alimentar o seu cachorro com uma dieta natural, baseada em ingredientes frescos, deve saber que as refeições devem ser preparadas exclusivamente para o cachorro. Nunca ofereça restos de comida ao seu cachorro!

Apesar de que nem todos os vegetais são indicados para o consumo dos cães, o repolho é um alimento que pode sim ser benéfico aos cães. Portanto, respondendo a nossa questão inicial, a resposta é sim, cachorro pode comer repolho. No entanto, como qualquer elemento vegetal que adicionamos à dieta de um cachorro, a porção oferecida deve ser pequena, e no caso de um alimento como o repolho, deve ser introduzido na dieta de maneira gradativa.

Como oferecer o repolho para os cães


Cachorro pode comer repolho?
Como já deve ser de seu conhecimento, o repolho é um alimento que provoca flatulência. A única maneira de evitar que seu cachorro tenha sérios problemas nesse sentido é utilizar o repolho como um complemento em cada refeição, por exemplo cortado em tirinhas e adicionado por cima da comida. A quantidade de repolho oferecida por refeição deve ser comedida, pois o repolho contém uma substância chamada tiocianato, que em grande quantidade pode causar intoxicação aos cães. Com o passar do tempo, esse composto pode suprimir a glândula tireoide e causar o hipotireoidismo. Portanto, há duas maneiras de oferecer o repolho de forma segura ao seu cão. A primeira, é oferecer em pequenas quantidades e apenas uma ou duas vezes por semana, no caso do alimento cru. A segunda é oferecer o repolho levemente cozido. O cozimento elimina totalmente o risco de intoxicação por essa substância. Muitos proprietários que são adeptos da alimentação natural para cães, no entanto, preferem oferecer o repolho cru, pois é a maneria de preservar todas as qualidades nutricionais do alimento. Se esse for o caso, lembre-se de limitar a quantidade a um mínimo, e ofereça de uma a duas vezes por semana, no máximo.

Ainda em relação a quantidade de repolho que o seu cachorro pode comer, lembre-se que os cães de pequeno porte são ainda mais sensíveis em relação às quantidades permitidas de vegetais crus. Afinal, não podemos esperar que um Lulu da Pomerânia ou um Chihuahua possa receber a mesma quantidade de alimento que um Labrador. Utilize de bom senso na hora de dosar a alimentação oferecida ao seu peludo, em especial se ele estiver recebendo aquele alimento pela primeira vez.




Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.