quarta-feira, 2 de julho de 2014

Cachorro pode comer panquecas?

Cachorro pode comer panquecas? Panquecas são alimentos muito populares em diversas parte do mundo, seja como parte de um prato mais elaborado ou até mesmo para se consumir no café-da-manhã. As panquecas são ricas em carboidratos, vitaminas, minerais, e podemos dizer que fazem bem à saúde, pelo menos do ser humano. Mas e em relação aos cães? Esse alimento pode apresentar também os mesmos benefícios?


Cachorro pode comer panquecas?
Cachorro pode comer panquecas?

Sempre que comento aqui no blog sobre alimentação natural para cães, a chamada alimentação caseira, procuro enfatizar um ponto muito importante: os cães não são iguais ao ser humano no que diz respeito ao sistema digestivo. Essa é uma questão relevante em casos como esse, pois o sistema digestivo dos cães não está tão bem preparado como o nosso para digerir os carboidratos e absorver adequadamente seus nutrientes. Como regra geral, a alimentação canina deve ser baseada em proteína de origem animal, e os carboidratos devem ser limitados a uma quantidade mínima.

Além disso, há alguns ingredientes nas panquecas que podem não ser indicados ao consumo de um cachorro. Por exemplo, alguns cães são intolerantes à lactose contida no leite que utilizamos para o preparo das panquecas. E também há restrições em relação aos demais ingredientes desse delicioso prato. As panquecas são fritas em óleo, o que faz dela um alimento rico em gordura. Como já mencionamos aqui no blog em diversos outros artigos, as gorduras vegetais devem ser evitadas na alimentação canina, assim como outros ingredientes da panqueca, como por exemplo a farinha de trigo.

Cachorro pode comer panqueca?


Cachorro pode comer panquecas?
Cachorro pode comer panquecas?

De maneira geral, podemos dizer que a panqueca pode ser oferecida em uma quantidade mínima para os cachorros, como um  petisco. Portanto, para responder a nossa dúvida, a resposta curta seria sim, cachorro pode comer panquecas. No entanto, apesar de não ser um alimento tóxico para os cães, os nutrientes de uma panqueca não são absorvidos pelos cães na mesma intensidade do que pelo seres humanos. Isso porque, conforme mencionado mais acima, os cães têm mais dificuldade em digerir os carboidratos do que nós. É claro que a maioria dos cães apreciam o sabor de uma deliciosa panqueca, mas considerando que esse não é um alimento dos mais indicados do ponto de vista nutricional, procure não oferecer grandes porções ao seu cachorro. Um pequeno pedaço, como petisco, não deve fazer mal, mas se a panqueca for oferecida em excesso, pode causar dor de barriga, gases e indigestão.

Outro ponto importante é que os cachorros não podem consumir a maioria dos recheios que costumamos utilizar no preparo das panquecas. Sejam panquecas com recheio doce, como mel, açúcar ou doce-de-leite, ou ainda as que tem recheios salgados, como cremes, queijos ou carnes. Nunca ofereça panquecas com os recheios aos cães. Lembre-se que mesmo os recheios salgados são preparados com ingredientes que os cães não devem consumir, e alguns deles podem ser muito perigosos. Um exemplo disso é a cebola, que é um ingrediente extremamente tóxico para os cães.



Em resumo, nunca faça como no vídeo acima, mesmo que seu cachorro seja de porte grande. Um pedacinho de panqueca sem recheio não deve fazer mal ao seu cachorro, mas considerando que esse é um alimento rico em carboidratos, nunca ofereça mais do que um pequeno pedaço. Afinal, os nutrientes importantes para o seu cachorro geralmente estão na sua dieta regular, e não nos petiscos.


Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.