domingo, 10 de agosto de 2014

Cachorro pode comer chuchu?

Cachorro pode comer chuchu? Muito comum na culinária brasileira, o chuchu é um fruto que está frequentemente presente nas nossas refeições. Apesar de ser apontado como um alimento que não tem sabor, o chuchu absorve temperos com facilidade e apresenta ainda inúmeros benefícios à saúde. Mas será que os cães também podem aproveitar os benefícios do chuchu da mesma maneira que o ser humano?


Cachorro pode comer chuchu?
Cachorro pode comer chuchu?

Os frutos e as hortaliças são consumidos regularmente pelos cães como complemento alimentar. Seja em dietas naturais, preparadas com ingredientes frescos, ou nas rações comerciais encontradas em lojas, o chuchu é um alimento que costuma estar presente no cardápio canino. Conforme já comentei em outros artigos, há uma grande variedade de vegetais que são permitidos na alimentação canina, e de fato, esses alimentos trazem benefícios à saúde dos cães, pois são importantes fontes de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes. Mas será que o chuchu é realmente um alimento permitido para o consumo canino? E será que os cães conseguem absorver os nutrientes desse fruto da mesma forma que nós? Cachorro pode comer chuchu?

Cachorro pode comer chuchu?
O chuchu é um fruto muito popular no Brasil, em diversos países da América Latina e também em outras partes do mundo. Rico em nutrientes, o chuchu possui vitaminas, como por exemplo a vitamina A, vitamina C e vitaminas do complexo B. Além disso, esse alimento possui diversos minerais importantes para a boa saúde, como cálcio, ferro, potássio, fósforo e magnésio, e assim como outros vegetais, possui fibras que proporcionam um melhor funcionamento do intestino. Além de todos os benefícios do chuchu como alimento, também podemos citar diversas propriedades medicinais desse fruto. O chuchu não oferece um alto valor calórico e como possui propriedades antioxidantes, pode ajudar a prevenir doenças. É conhecido ainda como um alimento com propriedades diuréticas, o que faz com que seja capaz de atuar como coadjuvante nos tratamentos para controle da pressão alta.

Cachorro pode comer chuchu?


A questão é se os cachorros podem aproveitar os benefícios do chuchu da mesma forma que nós, e se o consumo regular desse vegetal não traz problemas a saúde dos cães. A resposta para essa pergunta é simples, cachorro pode comer chuchu. Na verdade, mesmo que os cães não possam absorver todos os nutrientes dos vegetais na mesma intensidade que o ser humano, este é um alimento que pode ser utilizado na alimentação regular dos cães sem problemas, desde que seja oferecido moderadamente, em pequenas quantidades.

Sempre procuro comentar aqui no blog que os cachorros que recebem uma alimentação natural regularmente, com refeições  preparadas especialmente para eles, com ingredientes frescos, devem se alimentar primariamente de carne. Os vegetais podem fazer parte das refeições diárias, mas devem ser utilizados como um complemento, sempre em pequenas quantidades. No entanto, o chuchu é considerado um alimento muito benéfico para a saúde, e isso se aplica também aos cães.

Para que o chuchu não perca parte de seus nutrientes durante o preparo, procure cozinhar levemente alguns pedaços já descascados, e com pouca água. Evite cozinhar demais, não acrescente temperos e não adicione muito sal. Lembre-se que o chuchu é um complemento interessante para os cães que recebem alimentação natural, com refeições preparadas em casa, especialmente para eles. As rações para cães de linha comercial já são balanceadas do ponto de vista nutricional, e não necessitam de complementação.


Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.