sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Cachorro pode comer nozes?

Cachorro pode comer nozes? As nozes são alimentos conhecidos por suas propriedades antioxidantes, além de serem consideradas muito nutritivas. Mas será que os cachorros podem comer qualquer tipo de noz e aproveitar esses nutrientes da mesma forma que o ser humano?


As nozes são alimentos nutritivos e muito saudáveis para o consumo humano. Além das propriedades antioxidantes da vitamina E, as nozes contêm outras vitaminas e sais minerais, como zinco, potássio e vitamina C. Alguns dos benefícios do consumo de nozes pelo ser humano são o controle da pressão arterial e até a redução e controle do colesterol. Mas a questão aqui é se esse alimento são permitidos para o consumo canino ou se podem ser tóxicos para os nossos amigões de quatro patas.

Cachorro pode comer nozes?
Cachorro pode comer nozes?

Apesar das nozes serem alimentos considerados saudáveis e muito benéficos para a saúde humana, para os cachorros a situação é bem diferente. Sempre procuro comentar aqui no blog, que os cães podem comer quase tudo aquilo que comemos, mas há de fato diversos tipos de alimentos que podem fazer mal aos cachorros, e alguns deles são muito perigosos, em especial quando consumidos por cães de menor porte. O que precisamos saber em relação às nozes, é que, de maneira geral, esses alimentos não são seguros para o consumo canino, especialmente alguns tipos. O problema é que algumas nozes podem conter substâncias altamente tóxicas para os cães e o melhor que podemos fazer é mantê-las fora do alcance dos cães.

Cachorro pode comer nozes?


Para responder a essa questão de forma direta, basta dizer que não, cachorro não pode comer nozes, em especial algumas nozes que tem um maior potencial tóxico para os caninos. Apesar de que nem todos os tipos de nozes apresentam uma alta toxicidade para os cães, o mais indicado é que não se ofereça esse alimento para os cães, pois conforme vou explicar mais abaixo, há diversas outras contra-indicações para os cães, em especial quando consumidas em excesso. Veja abaixo os tipos mais comuns de nozes e saiba quais delas são mais perigosas se ingeridas por cachorros.

Nozes

Cachorro pode comer nozes?
Apesar de não ser este o tipo que representa maior perigo, elas também podem trazer problemas se ingeridas por cães, principalmente no caso de animais de menor porte.

Como você certamente já sabe, os cães são animais gulosos por natureza, e na maioria das vezes, tendem a engolir pedaços inteiros de nozes ao invés de mastigá-las apropriadamente, e isso pode ocasionar engasgos e até obstrução em alguma parte do sistema digestivo, como por exemplo no intestino. Essas obstruções, causadas por pedaços muito grandes ou até mesmo nozes inteiras, podem ser fatais se não forem diagnosticadas em tempo. Como muitos cães são muito gulosos e acabam por engolir pedaços muito grandes, o melhor é mantê-los longe desse alimento, em especial se você tem um cachorrinho pequeno.

Amêndoas

Cachorro pode comer amêndoas?
As amêndoas também não são tóxicas, mas não é um alimento que os cachorros consigam digerir com facilidade. O sistema digestivo do ser humano está muito melhor preparado para digerir este tipo de alimento do que o dos cães, além disso a nossa mastigação é muito melhor se considerarmos que os cães vão acabar engolindo pedaços grandes, sem mastigar direito. 

Mesmo não sendo um alimento com alto potencial tóxico, o mais indicado é não oferecer amêndoas para o seu cachorro, em especial para os cães de porte pequeno. Se forem ingeridas acidentalmente em grande quantidade, seu cão pode ficar com dor de barriga, ou no mínimo um desconforto gástrico.

Pistache

Cachorro pode comer pistache?
Assim como as nozes, o pistache também não apresenta um alto risco para os cães, pois não é realmente tóxico para o consumo canino. Apesar de que um pequeno pedaço não vá ocasionar problemas graves para a saúde do seu cachorro, o pistache também deve ser mantido fora do alcance e do cardápio canino.

O motivo para isso é que o consumo excessivo e regular de pistache pode causar pancreatite, em especial para os animais idosos ou que já tenham um quadro não tratado de pancreatite que possa ser agravado. Portanto, mesmo não sendo um alimento realmente tóxico, o melhor é manter os pistaches longe do seu cachorro, especialmente no caso dos cães idosos ou que tenham qualquer problema de saúde.

Noz macadâmia

Cachorro pode comer noz macadâmia?
Apesar de não haver consenso em relação a qual substância da noz macadâmia é tóxica para os cães, o que sabemos de fato é que esse alimento pode ser muito perigoso para o consumo canino. Podemos dizer que, se consumida em pequena quantidade por um cão saudável, essa noz não vai ocasionar um dano grave à saúde, entretanto, no caso dos filhotes ou cães que já tenham algum problema de saúde, o consumo desse tipo de noz pode ser até fatal. Outro fator agravante é que muitos cães acabam consumindo noz macadâmia em doces preparados com chocolate, que é um alimento altamente tóxico para os cães, e em casos como esse, o efeito tóxico pode ser muito alto. No caso de ingestão acidental, procure imediatamente um veterinário e mantenha esse tipo de noz sempre em local seguro, fora do alcance dos cães.

Cachorro pode comer nozes? - considerações finais


De maneira geral, os cães não são capazes de digerir as nozes tão bem quanto o ser humano. Além deste ser um tipo de alimento muito rico em gordura e proteína, nem sempre eles são consumidos in natura. Por vezes, esses alimentos fazem partes de doces ou salgados que podem ser ainda mais prejudiciais do que a noz em si. Como sempre procuro comentar aqui no blog, os cães não tem um sistema digestivo tão bem preparado quanto o nosso para digerir gorduras e proteínas de origem vegetal, e o açúcar dos doces preparados com nozes, ou ainda o sal dos salgados que contêm esse alimento podem ser muito prejudiciais aos cães. Ao contrário do amendoim, que não apresenta toxicidade para o consumo canino, as nozes em geral, devem ser mantidas fora do alcance do seu peludo.

Outra questão muito importante é que qualquer tipo de noz que não esteja em boas condições de consumo, pode ser ainda mais prejudicial para a saúde dos cães. As nozes velhas, já mofadas ou emboloradas, apresentam um risco muito grande, podendo causar reações alérgicas severas e convulsões, podendo levar até a morte.

Nunca deixe de considerar que muita gente é alérgica a certos tipos de nozes, e esse não é um ponto que possa ser descartado em relação aos cães. Assim como ser humano, os cães também estão suscetíveis a esse tipo de alergia, que em casos mais graves pode ocasionar inchaço nas mucosas das vias respiratórias e levar o animal ao sufocamento. Nunca deixe de levar o seu cão ao veterinário ao menor sinal de alergia por ingestão acidental de um desses alimentos. Considerando que os cães não precisam das nozes como parte de suas dietas regulares, simplesmente mantenha seu peludo longe desses alimentos.


Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.