sábado, 18 de outubro de 2014

Cachorro pode comer iogurte?

Cachorro pode comer iogurte? Muita gente me pergunta se os derivados de leite como o iogurte podem ser oferecidos sem representarem riscos ou se podem ocasionar problemas digestivos nos cães.


Se o leite já é um alimento altamente nutritivo e muito benéfico para a saúde do ser humano, imagine então o derivado que agrega praticamente todos os benefícios do leite com outras vantagens muito próprias. No iogurte, a lactose contida no leite, que é um tipo de açúcar, é transformada em ácido láctico através da fermentação. Na prática, essa particularidade dos iogurtes faz desse alimento um importante coadjuvante no processo digestivo e traz inúmeros benefícios para o organismo.

Cachorro pode comer iogurte?
Cachorro pode comer iogurte?

Benefícios do iogurte


Talvez o benefício mais relevante em relação ao consumo regular de iogurte pelo ser humano, venha das propriedades probióticas desse alimento. As bactérias benéficas contidas nos iogurtes são capazes de recompor a flora intestinal, contribuindo no aumento da imunidade e ajudando o organismo a eliminar as bactérias ruins. A principal função dessas bactérias benéficas é ajudar a regular a microflora presente nos intestinos, melhorando o seu funcionamento.

Quando funciona da maneira correta, o intestino é capaz de absorver melhor os nutrientes dos alimentos, aproveitando o que há de melhor em cada um deles. Como essas bactérias também lutam contra os micro organismos que invadem o corpo e podem trazer doenças, são consideradas como importantes auxiliares na melhora geral da imunidade, tornando nosso organismo mais forte e capaz de combater a essas doenças.

Cachorro pode comer iogurte?


Vamos direto ao ponto. Sim, cachorro pode comer iogurte e, na verdade, este é um alimento que pode trazer inúmeros benefícios para os cães que recebem alimentação natural, composta por ingredientes frescos, especialmente preparados para eles. Como complemento alimentar, o iogurte é altamente nutritivo, pois além de apresentar todos os benefícios do leite, é ainda um alimento que auxilia na digestão, e contém elementos probióticos capazes de recompor a flora intestinal.

Cachorro pode comer iogurte?
Cachorro pode comer iogurte?

É importante comentar, todavia, que o iogurte é um derivado de leite, e alguns cães podem apresentar intolerância a esse tipo de produto. Caso você observe sintomas que indiquem intolerância, como por exemplo gases, dores abdominais, diarreia ou vômito, o uso deve ser descontinuado. No entanto, mesmo os cães que apresentam algum nível de intolerância à lactose, podem consumir iogurte em pequenas quantidades, portanto utilize de bom senso nesta questão, e nunca ofereça uma grande quantidade de uma só vez, especialmente se o seu cão nunca experimentou iogurte antes. Conforme comentado mais acima, o processo de fermentação faz do iogurte um alimento muito mais leve do que o leite puro e, na maioria dos casos, os cães aceitam bem o iogurte em pequenas quantidades. De qualquer modo, é muito importante monitorar o comportamento do seu cão após experimentar qualquer alimento pela primeira vez. Lembre-se de ser ainda mais cauteloso com a quantidade no caso dos cachorros pequenos.

Para os cães que não apresentam intolerância à lactose e se adaptam bem com o consumo do iogurte, os benefícios são muito semelhantes aos observados para a saúde do ser humano. Os efeitos probióticos são extremamente benéficos ao sistema digestivo dos cães, auxiliam na recomposição da flora intestinal, aumentam a imunidade do organismo e ajudam na absorção dos nutrientes contidos nos alimentos, em especial o cálcio e as vitaminas do complexo B.

O Ácido láctico também está associado a uma melhora da saúde periodontal, e como o iogurte é rico em proteínas e cálcio, é considerado um alimento que ajuda na boa formação dos dentes e dos ossos. E, como estamos falando de um alimento de baixas calorias, também não apresenta prejuízo para os cães que estão acima do peso. Até mesmo os iogurtes com teor de gordura reduzidos podem ser considerados benéficos aos cachorros.

Outra dica é a utilização do iogurte congelado como petisco para os dias quentes de verão. Os cães costumam adorar um pedaço de iogurte congelado para se refrescar. É possível, por exemplo, acrescentar algumas frutas permitidas para o consumo caninos, como banana ou morango e congelá-las junto com o iogurte. Esse é um petisco saboroso e certamente muito saudável para cães.

Cuidados importantes com o consumo de iogurte por cães


O primeiro ponto importante a se considerar é que os cães não devem comer nenhum alimento com uma dose exagerada de açúcar. Ofereça apenas os iogurtes naturais, sem sabor e sem aditivos artificiais. Um ponto de extrema importância é que há adoçantes dietéticos que os cães não podem consumir, pois podem ser altamente tóxicos para cães. Portanto jamais ofereça um alimento dietético a um cachorro, e nunca acrescente nenhum tipo de adoçante em qualquer petisco ou alimento que pode eventualmente ser consumido por um cão.

Lembre-se que, como sempre comento aqui no blog, complementos alimentares são indicados apenas para os cachorros que recebem uma alimentação natural regular, com ingredientes frescos preparados especialmente para eles. O motivo para isso é que as rações de linha comercial encontradas nas lojas são alimentos considerados completos e, em geral, não há a necessidade de suplementação vitamínica ou mineral. Se mesmo assim, você acha que o seu cão pode se beneficiar do uso regular de um alimento como o iogurte, consulte primeiro um veterinário certificar-se de que não há risco de uma sobrecarga vitamínica ou mineral, que pode ser prejudicial à saúde.


Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que houver qualquer sintoma atípico com seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário. Lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maior a chance de cura.